DEPOIMENTOS

Sou eu que estou errada? Ninguém concorda comigo!

Olá. Como vai? Gostaria de tirar uma dúvida, já que não conheço onde posso encontrar uma informação que procuro. Na minha família sempre tenho conflitos com meu irmão, a namorada dele e meus pais, pois todos eles são contra o feminismo e me consideram ridícula por defendê-lo. Infelizmente, tanto com meu irmão quanto a sua namorada não tiveram acesso a boas universidades e meus pais vieram de uma origem muito humilde, na qual a mulher é criada para ser dona de casa e o marido deve ser responsável pelo sustento do lar. Como a vida é muito imprevisível, ela deu uma reviravolta e meu pai foi aposentado por invalidez devido a uma grave doença e por isso minha mãe precisou trabalhar para que nossa família tivesse uma renda razoável. Eu senti muito orgulho dela nesse momento, mas ela não sente orgulho de si mesma e sempre diz: "Queria ser como as mulheres da nossa rua, ficam em casa e cuidam do lar, só eu tenho que ir pra rua e trabalhar para dar sustento nessa casa!", completamente revoltada porque meu pai adoeceu e ela precisou arranjar um emprego. Realmente, todas as mulheres da minha rua são donas de casa, pois eu moro na periferia e isso aqui é bem normal... Já meu irmão e sua namorada parecem que não nasceram na geração atual, pois ela acha que é "dever do homem" (essas são as suas palavras) arrumar os problemas da casa, trabalhar fora e a sustentar. Ela trabalha fora, mas num emprego que não exige muita qualificação e que paga bem pouco, aí quando quer alguma roupa ou qualquer outra coisa fala para ele comprar, pois é o dever dele fazer isso. Eu acredito que quando um recebe menos do que o outro realmente deve haver uma colaboração e divisão, já que são um casal e se amam não haveria problema em ter um que colabora mais com a parte financeira do que o outro, mas isso é independente do sexo de quem possui o dinheiro. Porém, dizer que "o que é meu é meu e o que é seu é nosso" vejo como extremamente errado e sei que o feminismo também pensa assim. Além disso, na minha casa já teve aqueles clássicos conflitos de meu irmão não fazer nada enquanto eu faço várias coisas ou tento fazer, por considerar certo que cada um deve fazer a sua parte. Ele suja a pia, deixa louça suja na sala, não limpa a casa, não lava a própria roupa e tudo o mais. Por muitos anos eu também não fiz já que meus pais nunca obrigaram ninguém a fazer, mas por eu ter morado fora da casa da minha família por uns 5 anos adquiri o hábito de fazer as minhas coisas e passei a valorizar muito mais o trabalho doméstico e perceber que é algo muito árduo. Quando comecei a reclamar disso por ver a minha mãe chorando por estar sobrecarregada, ela ficou contra mim e defendeu o meu irmão. Dizendo que é ela que manda na casa e que ali faz quem quer. Simplesmente porque A DEFENDI e briguei com o meu irmão porque ele a fazia sofrer! Algo como uma disputa de poderes que não existia, como se eu estivesse tentando controlar as coisas em casa e ser a rainha do lar. Algo bem... “eu sou a dona de casa”, sabe? Realmente acredito que o trabalho doméstico é importante, mas não penso isso para a minha vida futura, só senti PENA da minha mãe que chorava por trabalhar demais enquanto meu pai estava internado. Meu pai foi internado com endocardite, mas seu quadro se agravou porque ele já tinha feito 2 operações anteriores no coração e uma bactéria tinha se alojado exatamente na prótese de uma dessas operações. Assim, por mais que ele tomasse antibióticos os remédios não chegavam na bactéria, já que ela estava localizada no tecido da prótese e não havia vasos sanguíneos ali para levar o medicamento. Ele precisou operar novamente, mas teve um pós-operatório horrível também, totalizando 4 meses internado. Enquanto meu pai estava internado, estranhamente a minha mãe começou a inventar muitas mentiras sobre mim depois que briguei para o meu irmão ajudar em casa. Chegou ao ponto dela ligar para o meu namorado para falar mal de mim! Mandar whatsapp para ele falando que eu sou péssima... e que fiquei assim depois de dizer que sou feminista. Tudo culpa do feminismo, de acordo com ela. Ela chegou até a dizer para ele que meu pai adoeceu por minha causa, porque briguei com ele antes. Isso NUNCA aconteceu e quando meu pai voltou para casa em perguntei isso para ele só para ter certeza que eu não tinha esquecido de algo. Antes dele adoecer eu tinha viajado para outra cidade para visitar meus sogros, nem ali eu estava e antes disso a gente também não tinha discutido. Por que será que ela mentiu? Antes de viajar eu vi meu pai com dores e falei para ele ir ao médico, mas ele e a minha mãe achavam desnecessário isso e ela entupiu ele de remédios para dor. Eu disse: ele deve ir ao médico porque esse remédio só inibe os sintomas de uma doença maior. Tiro e queda, quando eu voltei ele estava com endocardite. Depois disso, minha mãe o internou numa clínica péssima perto da minha casa que eu sempre dizia que era um lixo porque era suja (tinha cocô de rato no lado de fora da janela) e os médicos eram ruins. Ela não me ouviu e depois de uns dias meu pai não conseguia nem sair da cama... até que finalmente me escutou e conseguimos uma vaga pra ele na Rede D'or pelo plano de saúde e ele foi melhorando progressivamente. Só que quando chegamos lá o médico disse “Sinto dizer, mas vocês demorar demais para trazer ele até aqui... vou fazer o possível”, foi chocante. Infelizmente, durante os 4 meses de internação, minha mãe tentava colocar meu namorado contra mim... inventando mentiras, querendo colocar nos meus ombros a culpa por uma provável morte do meu pai. Dizendo sempre que eu mudei desde que me tornei feminista...! Lá em casa é bizarro, pois quando meu irmão começou a trabalhar depois de anos em casa sem fazer nada, meu pai acordava mais cedo só para passar a roupa dele e fazer o pão com manteiga e café e deixar na mesa já pronto, pois de acordo com eles ele acordava muito cedo às 8h da manhã. Detalhe: durante anos eu acordei às 4 da madrugada, sai de casa às 5, demorava 2 horas para ir para a faculdade que era no outro canto da cidade... e todos achavam absolutamente normal.Quando o meu pai adoeceu gravemente de novo, exatamente no dia que precisávamos achar um lugar para ele ser internado porque estava prestes a morrer, meu irmão não quis ajudar porque estava estudando para uma prova. Eu deixei de ir ao meu primeiro dia de estágio para achar um hospital para o meu pai, afinal, de que vale um emprego quando se perde um pai? Aí, exatamente um dia após a internação, a grande pergunta do meu irmão foi: "ué, o pão não tá pronto?". Independente de o meu pai estar entre a vida e a morte, só o que ele queria era o pãozinho pronto antes de sair pro trabalho. Esse foi o mesmo comportamento durante na qual minha mãe chorava horrores por trabalhar demais. Quando eu falo sobre isso, meus pais resumem a ciúme, porém eu considero injustiça e machismo apoiar alguém que usa da sua posição de homem para conseguir benefícios na casa, para ser poupado de tudo e IGNORAR a dor do outro. Quando ele levou a namorada para dormir lá em casa ninguém se importou, mas quando eu trouxe meu namorado a minha mãe praticamente falou que eu a envergonhava e disse com todas as palavras eu fazia da nossa casa um bordel, que na época dela as pessoas faziam sexo também, mas não na casa dos pais. Agora, quando ele trouxe a namorada ninguém disse nada chegando ao nível da namorada dele gemer alto no banheiro da minha casa várias vezes e todos se fingirem de surdos, mas a minha mãe inventar que eu e meu namorado transamos no banheiro e vir tirar satisfações de algo que nunca aconteceu. Lembro muito bem que a minha mãe me olhou com uma cara de NOJO E VERGONHA no primeiro dia que eu trouxe meu namorado para dormir ali (depois que eu briguei para conseguir isso) e ele não fazia absolutamente nada de errado para dar motivos de insatisfações! Por que esse tratamento tão diferente?! Chegou ao ponto de num dia que joguei isso na cara deles, logo depois que meu pai voltou do hospital, meu irmão veio na minha direção e começou a me ameaçar de me espancar se eu falasse qualquer outra coisa da sua namorada, ele gritou por muito tempo a alguns centímetros do meu rosto, ao ponto de cuspir na minha cara enquanto falava bem alto, e dizer que ia me espancar se eu abrisse a boca de novo. Minha mãe ficou completamente desesperada, já que meu pai não tem força física para ajudar, foi escandalosamente na rua pedir ajuda aos vizinhos (Ela fez isso às vezes... é meio escandalosa e com frequência chama os vizinhos em qualquer briguinha que temos em casa. Essa, no caso, foi realmente grave) e trouxe para dentro de casa um vizinho meu que é taxista e a sua sogra. Esse vizinho mora no quintal da sogra e, apesar de me defender quando o meu irmão me ameaçou de me espancar, ficou contra mim quando falei algumas coisas. No final, parecia guerrinha de ciúmes novamente, bizarro...! Quando eu reclamei que meu irmão fazia meus pais de capacho ao ponto de querer pãozinho pronto e tudo o mais, ele disse que a sua sogra todo dia de manhã ia no quarto deles levar toddynho para a mulher dele. Sério, será que só eu considero isso um fracasso de vida? Ter uma sogra que invade tanto a privacidade do casal e mima tanto os filhos até ir diariamente levar toddynho pra filha na cama que ela divide com o marido? E pasmem, ao reclamar que meu irmão é doente mental porque mija nos carros em frente a nossa por achar que ninguém deve estacionar ali, afinal ele considera que a rua em frente a nossa casa é propriedade dele e comparei isso a um animal que quer marcar território o vizinho taxista o defendeu novamente dizendo que ele também faz isso e ainda arranha os carros, porque fica sem ter onde estacionar na rua. Caramba, só eu acho isso boçal e animalesco? Sinônimo de falta de educação?! Eu falei que a namorada dele achava que a nossa casa era a casa da mãe Joana e fazia o que queria ali achando que estava na própria casa, ao ponto de ir embora de lá revoltadíssima porque não tinham comprado biscoito Maisena para ela no café da manhã, porque ela adora comer isso no café da manhã e meu irmão também, mas não sabem que não são os gnomos que levam a comida para a dispensa e que é preciso ir ao mercado comprar. Vale lembra uma coisa: ele tem 28 anos ela tem 25! Não são crianças! Eles consideram a nossa casa tão qualquer coisa que chegou a colocar na nossa sala o videogame do meu irmão, mesmo ele tendo uma TV enorme no quarto, e ficam ali sentados no meio da sala com ele não deixando mais ninguém ficar ali e assistir filmes ou qualquer outra coisa que só tem na TV da sala. Simplesmente com a justificativa de que ali é TV é maior... enquanto no quarto eles só tem uma televisão grande e não enorme para jogar seu videogame. Assim, noção de COMUNIDADE para que? Só existe o MEU! Num dia, quando eu me ausentei da sala por alguns segundos para a ajudar a minha mãe, meu irmão e sua namorada foram para a sala sorrateiramente, começaram a jogar seu videogame e me expulsaram de lá de lá quando eu voltei. Foi esse motivo idiota que desencadeou essa briga na qual meu irmão me ameaçou de espancamento, porque quando falei que aquilo estava errado ele aumentou o tom de voz e disse “NÃO VOU SAIR DAQUI E NÃO É VOCÊ QUE VAI ME TIRAR!”. Como se fosse o pirocudo dono da casa, cara!!!! Meus pais falaram NADA! NADA! Acharam NORMAL ele me tratar feito LIXO! Enfim, falei tudo o que tinha pra dizer, inclusive quando das vezes que ouvi a garota gemer alto no banheiro da casa para todo mundo ouvir, mas aí todos ficaram contra mim e disseram que fui mal educada com a menina. Caralho! A garota e o meu irmão me expulsam de onde estou para jogar videogame, transam como se só tivesse eles em casa, sujam a porra da casa toda como se todos ali fossem empregados deles, vão embora porque não tem a comida que eles querem na dispensa... e eu que fui mal educada porque não agüento mais essa merda?! Por que ele tem liberdade para fazer tudo o que ele quer ali com a namorada dele só porque ele tem um pau?! Surreal! Enfim, depois dessa história toda eu queria tirar a minha dúvida que até agora não falei qual era! haha Eu acredito que minha família e a namorada do meu irmão são assim por ter pouco acesso à cultura e aos estudos, já que não tiveram realmente essa oportunidade na vida. Porém, tenho medo de cair no preconceito em vê-los assim, mas a conversa com eles me parece realmente muito rasa. A namorada dele só sabe falar de produtos de beleza, alguns filmes de animação e historinhas bobas com seus 25 anos, já meu irmão de 28 anos só fala de videogame e livrinhos de dragão, enquanto minha mãe às vezes até solta comentários como "preto fede mais!" e meu pai fala que "toda loira é piranha". Eu entendo que eles curtem essas coisas, mas é esquisito demais quando tentam me zoar porque gosto de filmes mais clássicos ou com histórias interessantes, vou em exposições, faço um curso ligado à arte, essas coisas, sabe? Já os meus pais eu acho bizarros porque o que eles dizem eu não consigo nem imaginar alguém falando, é... muito outro mundo. Por sorte da vida eu tive acesso a uma boa faculdade e convivi com pessoas bem diferentes da minha condição financeira, que pensam diferente e acreditam numa sociedade melhor. Infelizmente eu não consigo mais ter um diálogo com a minha família, porque tudo o que reclamo eles falam que sou uma feminista rancorosa e estou com ciúme do meu irmão... Sério, não os visito há meses por simplesmente não conseguir dialogar. Quando meu irmão me ameaçou e eu disse que ia denunciar na delegacia, ele disse que eu podia denunciar porque quem iria presa sou eu, já que tinha testemunhas para provar que eu estava errada. Realmente, ninguém ali me apoiava, porém ao conversar com pessoas da faculdade várias me apóiam. O que eu faço? Queria saber se tem algum estudo ou pesquisa que diga que pessoas mais humildes, sem acesso à educação e cultura são assim... machistas e preconceituosas. Porque é realmente isso que parece, mas não quero generalizar e cair no mesmo erro deles! Difícil...!

OUTROS DEPOIMENTOS


1

TO RENEW minhavoz.com (Expires on 2022-09-05): https://dcreregistration.com/minhavoz.c... Leia mais


1

TO RENEW minhavoz.com (Expires on 2022-07-18): https://webstationdomain.com/minhavoz.c... Leia mais


1

TO RENEW minhavoz.com (Expires on 2022-07-02): https://dcreregistration.com/minhavoz.c... Leia mais


PERGUNTAS RECENTES


Apr 10, 2008 At our old house, Kris and I were constantly at war with the little devils. The Fru... Leia Mais
The acne scar co2 laser treatment is performed with a carbon dioxide (CO2) laser. . Engraver Cutte... Leia Mais
USA 100pcs Dental Diamond Burs for High Speed Handpiece Medium FG 1.6MM New SALE keep the item and... Leia Mais
25 May 2017 We theorize that social class signals activate social comparison 70% of studies exam... Leia Mais
A new cryptocurrency is in the market to be introduced by Facebook, a new competition to overpower... Leia Mais