DEPOIMENTOS

A culpa na verdade é deles, e só deles.

Tenho 15 anos e tinha um pai alcoólatra, não é novidade o que uma ou várias bebidas pode fazer com alguém, até os meus 10 anos sofria bullying (de forma verbal e física) e nunca conseguia contar para ninguém pois minha mãe cuidava de 3 filhas praticamente sozinha de um jeito impressionante para apenas uma mulher, apesar de conseguir ser uma mãe incrível, infelizmente também era casada com um homem que a diminuía todos os dias como mãe,mulher e esposa. Sempre era tudo complicado demais e a minha irmã mais velha cuidava da minha irmã do meio, minha mãe cuidava das 3 e de mim em especial por eu sempre ter tentado me virar sozinha e ter a minha própria visão sobre tanta coisa como por que um homem que tinha filhas como as minhas irmãs e uma mulher maravilhosa daquela tinha a necessidade de ir em um bar dar dinheiro em veneno e consumir algo que o tornasse um monstro , eu passei infelizmente a minha infância inteira sendo buscada com minha irmã pela minha mãe em diversos bares de São Paulo na madrugada logo após ela voltar do serviço cansada , aos 11 anos quase fui violentada pelo meu próprio ''pai'' até que foi o máximo para minha mãe e finalmente nos mudamos. Sendo assim, hoje com 15 anos vejo um pouco do meu pai em cada homem que buzina, desacelera o carro, fala algo enquanto passa por mim ou aqueles mais nojentos como a última vez que me vi em uma situação que fui obrigada a sair do ônibus 20h voltando da escola escuro porque não aguentava mais um homem com uma aliança no dedo falando no meu ouvido ou como a vez que meu braço ficou roxo de quando um cara me puxou extremamente bêbado . Por um lado talvez seja bom o mundo com um pouco de feminismo, eu digo isso por ter 15 anos e ter medo de sair na rua sozinha, de por meu corpo ser desenvolvido sempre ter que estar com alguém por causa de homens que independente se está com aliança no dedo e uma mulher esperando em casa, ou uma criança ao lado, quem sabe até parentes , amigos, até mesmo sozinho e não conseguem perceber o quanto é ruim pensar que depende de um homem não tentar te violentar/agredir para você voltar bem para casa. Eu leio em vários textos falando sobre a violência contra a mulher (na rua, casa,metrô,ônibus,lugares públicos) e no final de alguns tem ''E se outro homem fizesse isso com a sua filha?'' e nesse eu sem dúvidas não quero escrever isso pelo simples fato que não existe apenas em um pedaço de papel ''PAI VIOLENTA FILHA'' e sim na vida real também,acontecendo em muitas casas com pessoas que tem a coragem de contar e outras que pensam e aceitam o absurdo que ''a culpa é minha'' , e isso causa TANTO problema para a vítima que nenhum texto por mais grande que seja jamais vai conseguir explicar! Por causa disso talvez seja : E se fosse com você?

OUTROS DEPOIMENTOS


Me bater

Ontem fui agredida Na madrugada Agora a pouco também... Não sei mas o q faço me ba... Leia mais


Desde que terminei um namoro há praticamente 8 meses ele não me deixa "em paz". Ele ... Leia mais


Medo

Sabe quando você tem um medo enorme e ele meio que se concretiza? Quando você desaba... Leia mais


PERGUNTAS RECENTES


Be sure - Do not panic! In most situations, deleted files can reanimate - even if you have cleared... Leia Mais
Estou grávida. Já tenho uma filha. Quero me separar do meu marido pq ele vive em bar, chega qdo ... Leia Mais
Estou grávida. Já tenho uma filha. Quero me separar do meu marido pq ele vive em bar, chega qdo ... Leia Mais
Estou grávida. Já tenho uma filha. Quero me separar do meu marido pq ele vive em bar, chega qdo ... Leia Mais
Meu marido me deu tres tapas na cara e n foi a primeira vez. to gravida e nao tenho pra onde ir, m... Leia Mais