DEPOIMENTOS

Preferia nem ter nascido

Olá tenho 31 anos e descobrir hoje esse espaço que tenho certeza de que irá me ajudar porque falar de tudo que vivi não é e nem nunca foi fácil Bom minha vida nunca foi boa ,sou a última filha de uma família muito pobre de 12 irmãos todos bem.mais velhos que eu,minha família sempre foi muito conturbada pois o meu pai sofre de esquizofrenia e desde que me entendo por gente nunca o conheci normal, tanto que ele não me reconhece como filha e não me registrou como fez com todos os outros.Cresci em um. Lar onde todo fim de semana era um inferno pois meus irmãos chegavam drogados em.casa nos batendo muito, quebrando a casa até que a polícia chegasse, iam pra delegacia voltavam três vezes pior ,e assim sempre foi.Com isso,não me lembro de ser uma criança feliz ,cresci solitária muito nervosa pois apanhava por.tudo e com isso fiz dos livros minha companhia,lia de dois a três por semana e aprendi a me.virar sozinha desde muito cedo. Aos dez anos fomos conhecer um tio que eu não conhecia e chegando lá conheci também uma prima que já era casada com um homem de mais ou menos uns 50 anos (ela era bem mais velha que eu devia ter uns 30) no Domingo antes de virmos embora todos estavam envolvidos em conversas (normal nunca me notavam mesmo) esse homem me chamou embaixo de uma árvore do quintal e me pediu pra sentar no colo dele como era muito ingênua não coloquei maldade ,até porque há 21 anos atrás uma menina de 10 anos não era como as de hoje que são mais instruídas,quando eu sentei ele levantou meu vestido e enfiou a mão dentro da minha calcinha, fiquei com medo mas paralisei pois não entendia o que ele queria fazer, ele enfiou o dedo em minha vagina e quando sentir uma dor foi que pulei do colo dele que ainda me puxou e sem falar nada colocou uma nota de cinco reais em minha mão como que se tentando me calar,corri para o banheiro e quando olhei em minha calcinha havia sangue ,ele havia me estuprado com o dedo!Tive muito medo de contar para minha mãe e de como sempre apanhar, depois disso passei a entender através de livros o que havia acontecido e daí sim posso dizer que não era mais uma criança e sim alguém que só tentava viver com a tristeza e medo de estar grávida pois não entendia nada ,cresci com ódio e medo de homem ,namorei um cara dos quinze aos dezoito mas descobrir que ele era gay.Aos 21 anos tentando ser "normal" pois em meio às minhas amigas eu era considerada estranha eu saí com um rapaz que estava ficando e ao chegar no motel eu travei desisti,não queria mais mas ele não deu ouvidos e me estuprou.Foi ainda pior que a infância desse dia em diante passei a ter nojo de homem ,fiquei ainda mais agressiva e tive depressão profunda dependendo de três remédios para dormir. Ainda guardo tudo isso sem contar à ninguém da minha família pois não tenho coragem de falar ,encontrar esse espaço e desabafar foi uma dica da psicóloga que atualmente faço terapia e que tem.me ajudado muito. Espero um dia vencer e ter a família que nunca tive que nunca me notou ,que não notou os sinais que eu ainda menina dava de que algo não estava bem,Obrigada por esse espaço.Uma sobrevivente.

OUTROS DEPOIMENTOS


Assédio na rua

Relato de apenas mais um dia de assédio que nós mulheres sofremos quase que diariamen... Leia mais


O siêncio da violência psicológica na internet

Era ano de 2016, estava radiante de alegria. Estava num emprego dos sonhos, após um an... Leia mais


Chega de silêncio... Preciso me livrar deste mal que me consome!

Chega de silêncio... Preciso me livrar deste mal que me consome, me sufoca e ainda me ... Leia mais


PERGUNTAS RECENTES


Sofri abuso sexual.. O que eu faço? ... Leia Mais
Boa noite, estou fazendo uma pesquisa de como o ciberativismo influencia na denuncia de violência... Leia Mais